Tork

FAQ

O MODULO DE POTENCIA TORK ONE PODE DANIFICAR O MOTOR DO MEU CARRO?


Durante a etapa de projeto e desenvolvimento dos motores, os fabricantes se utilizam de muitos cálculos além de inúmeras simulações das piores situações que poderiam ocorrer em situação de uso, como por exemplo, temperatura ambiente muito elevada, veículo rebocando peso extra, utilização de combustível de má qualidade, condutor exigir a potência máxima do conjunto durante um intervalo de tempo muito longo, dentre outros. Com base neste cenário, os engenheiros estipulam uma grande margem de segurança, para que este seja muito mais resistente do que realmente será utilizado, pois do contrário, seria muito arriscado operar-se nos limites de sua resistência.

Quando um motor é colocado em um determinado veículo, a montadora sempre colocará no mesmo o motor com potencia abaixo da máxima adquirida no desenvolvimento do mesmo, este poderá ser aplicado em projetos futuros com maior ganho de potência nunca liberam no mercado um carro que usa a potência máxima sempre terão uma reserva para futuros novos veículos sem ter de desenvolver um motor em um breve espaço de tempo.

O que fazemos é explorar estas reservas de potência que o próprio fabricante do motor estipulou. Com base no amplo conhecimento que nossos engenheiros sérvios e brasileiros possuem na área automotiva e mecânica, todos os nossos equipamentos são dimensionados para entregar um aumento de potencia de acordo com cada modelo e fabricação, respeitando inclusive os parâmetros não somente do motor em si, mas incluindo ainda o sistema de transmissão, abrangendo todo o conjunto propulsor (Powertrain)

POSSO UTILIZAR FILTRO ESPORTIVO? HAVERÁ MELHORA NA POTENCIA DO MOTOR?


Desde que o elemento filtrante seja de boa qualidade e eficiência, não há restrições quanto a sua utilização, a não ser no que se refere à integridade da garantia do veículo, tendo em vista que os fabricantes em sua maioria não autorizam o uso de componentes que não sejam de série original do veículo.

No que diz respeito a ganhos de potência, os filtros esportivos teoricamente permitem uma melhor passagem do ar de admissão, o que conseqüentemente permite gerar uma potência maior, principalmente em motores aspirados.

É RECOMENDA ALGUMA MODIFICAÇÃO EXTRA PARA MELHORAR AINDA MAIS O RENDIMENTO? Todos os testes e calibrações são realizados em nossos centros de desenvolvimento são feitos utilizando veículos totalmente originais, no entanto acessórios adicionais como filtro esportivo e bobinas de maior eficiência podem ser utilizados sem a necessidade de ajustes adicionais.

POSSO COLOCAR DOWNPIPE NO MEU CARRO?


Os downpipes como são conhecidos, consistem em um ou mais canos de descarga que substituem parte do escapamento original do veículo, visando principalmente eliminar o catalisador do sistema de exaustão, tendo em vista diminuir a restrição do fluxo dos gases de descarga gerada pelo catalisador, o que em teoria pode aumentar a potência do motor, principalmente em regime de maiores rotações.

A INSTALAÇÃO DE DOWNPIPE PODE AUMENTAR AINDA MAIS A POTENCIA DO MOTOR?


Os resultados obtidos com esta técnica podem variar muito devido às diferenças tanto de construção destes componentes, assim como também das diversidades de dimensionamento dos sistemas de exaustão particular para cada modelo de veículo, o que pode levar os resultados na pratica a serem muito voláteis.

SE EU INSTALAR DOWNPIPE NO MEU CARRO IRÁ ACENDER A LUZ DE INJEÇÃO?


Na pratica, a remoção do catalisador do sistema de exaustão, pode levar ao inconveniente de se ter a luz indicadora de anomalia da injeção ativada, devido ao fato de a leitura de eficiência do catalisador ser lida como baixa pelos sensores de oxigênio (sondas) localizados no tudo de descarga. Para se evitar este inconveniente existem três alternativas:

• Remap: através do re-mapeamento da injeção é possível se anular a leitura dos gases de descarga após o catalisador, evitando assim a detecção da falta do catalisador. O ponto negativo neste caso é que o controle da mistura estequiométrica se torna menos preciso, levando o preparador a limitar a potência máxima obtida, a fim de se evitar um super aquecimento dos cilindros.

SE EU COLOCAR DOWNPIPE NO MEU CARRO, VAI ACENDER A LUZ DE ANOMALIA?


Na intenção de se evitar este inconveniente os fabricantes destes componentes utilizam a técnica de diminuir o fluxo de gases para o sensor (sonda) que vai conectado após o catalisador, fazendo com que o sistema passe a reconhecer um suposto sistema de catálise em operação.